Rio e Salvador estão fora de alerta de febre amarela no carnaval

Governo assegura que os turistas só devem preocupar-se com a imunização, dez dias antes, caso se dirijam a áreas de mata

Brasília – Quem vai passar o carnaval no Rio de Janeiro ou em Salvador e pretende apenas ficar na área urbana não precisa tomar vacina contra febre amarela, afirmou nesta terça-feira, 16, o ministro da Saúde em exercício, Antonio Carlos Nardi.

Apesar de as duas capitais estarem no roteiro da campanha de vacinação com doses fracionadas contra a doença, o ministro assegura que os turistas só devem preocupar-se com a imunização, dez dias antes, caso se dirijam a áreas de mata.

De acordo com ministério, a imunização de pessoas que vivem nas duas cidades é uma medida de precaução, pois essa população tem maior possibilidade de visitar regiões de mata. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.