Rio começa campanha de valorização de monumentos

Segundo a Secretaria, o objetivo é conscientizar os cariocas e os turistas sobre a importância da preservação desses locais

Rio de Janeiro – À pouco mais de um ano para a capital fluminense completar 450 anos, a Secretaria Municipal de Conservação iniciou hoje (9) uma série de ações para valorizar monumentos históricos da cidade.

Segundo a Secretaria, o objetivo é conscientizar os cariocas e os turistas sobre a importância da preservação desses locais.

O evento, que marcou o lançamento da campanha, ocorreu na manhã desta quinta-feira no monumento em homenagem a Estácio de Sá, fundador da cidade do Rio, localizado no Parque do Flamengo, na zona sul.

O monumento, em forma de pirâmide, passou por uma limpeza simbólica e baldes de água foram jogados sobre ela.

De acordo com o secretário municipal de Conservação, Marcus Belchior, o ato simboliza uma convocação para que os cariocas comecem a preservar os monumentos históricos, que segundo ele, contam a história da cidade.

Em 25 de dezembro, a estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade, na Praia de Copacabana, foi pichada por um casal.

“Os cariocas precisam sair em defesa do seu patrimônio, que representa a história da cidade do Rio de Janeiro. Essa cidade que já foi capital da República, em alguns momentos representa a própria história do Brasil. E nada mais justo do que iniciar essa campanha no monumento dedicado a Estácio de Sá, que foi o fundador da cidade maravilhosa. Ele representa muito mais do que isso, ele representa o espírito carioca”, disse Belchior.

O secretário também ressaltou a importância histórica do fundador do Rio.

“Estácio de Sá ficou, depois da fundação da cidade, um período de dois anos defendendo [a cidade] da invasão francesa, que estava baseada às margens da Baía de Guanabara. Esse zelo com a cidade nós queremos expandir para todos os cariocas”, concluiu o secretário.

O presidente do Comitê Rio450, criado para planejar as comemorações do aniversário da cidade, Marcelo Calero, informou que os moradores da cidade ajudarão a construir o calendário comemorativo dos 450 anos, que começa em 31 de dezembro deste ano e encerra no dia 1º de março de 2016.

“As comemorações de 450 anos do Rio servem, também, para que as pessoas olhem um pouco para a história e a trajetória da cidade. Por isso, o calendário de comemorações será recheado com iniciativas, projetos e atividades que a população do Rio vai sugerir”, disse Calero.

As sugestões de ideias para as comemorações de 450 anos da cidade do Rio, podem ser feitas no site, www.rio450anos.com.br .