Recomeça julgamento sobre morte de juíza no RJ

O evento começou com o depoimento da primeira testemunha de acusação, o servidor Dario Ferreira Leal, que era secretário da magistrada

São Paulo – Recomeçou por volta das 9h30 de hoje a audiência de instrução e julgamento sobre a morte da juíza Patrícia Acioli, assassinada no dia 11 de agosto, em frente de casa, em Niterói (RJ). Segundo o Tribunal de Justiça, o evento começou com o depoimento da primeira testemunha de acusação, o servidor Dario Ferreira Leal, que era secretário da magistrada. Oito testemunhas deverão prestar depoimento ainda hoje, sendo seis de acusação.

A primeira testemunha de defesa a depor será o ex-comandante geral da Polícia Militar do Rio, coronel Mario Sergio Duarte. Ele foi arrolado pela defesa do coronel Cláudio Luiz Silva de Oliveira.

A audiência prevista para ontem foi suspensa em função do ponto facultativo decretado pelo governo do Estado. Na quarta-feira, primeiro dia de audiência, foram ouvidas sete testemunhas de acusação, entre elas o policial militar Marcelo Poubel, ex-namorado da juíza.