Rebelião deixa nove mortos e 14 feridos em presídio de Goiás

Familiares estão na porta do presídio à espera de informações e funcionários realizam uma chamada para saber quais presos ainda estão na unidade

São Paulo – Uma rebelião na tarde desta segunda-feira, 1º de janeiro, deixou nove detentos mortos e outros 14 feridos na Colônia Agroindustrial, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, em Goiás. Os dados são da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) do Estado, que também confirma a fuga de 34 presos da unidade.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de Aparecida de Goiânia (SSPAP) informou que a rebelião aconteceu depois que detentos da ala C invadiram a ala B, dando início a um confronto. Os presos também incendiaram a unidade prisional.

Familiares dos detentos estão na porta do presídio à espera de informações. Funcionários do local informaram que realizam uma chamada para saber quais presos ainda estão na unidade.

Agentes do Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (Gope), com apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, retomaram o presídio por volta das 16 horas.

O Grupo de Radiopatrulha Aérea (GRAer) da PM também atua para conter possíveis fugas e tentar recapturar foragidos.