Rebelião de internos em unidade da Fundação Casa termina

O motim começou às 10h30 e, de acordo com a direção da instituição, os jovens fizeram 11 funcionários reféns

Terminou às 15h20 a rebelião de adolescentes infratores que cumprem medida socioeducativa na unidade de Pirituba da Fundação Casa, na zona oeste da capital paulista.

O motim começou às 10h30 e, de acordo com a direção da instituição, os jovens fizeram 11 funcionários reféns.

Dois deles ficaram feridos e foram liberados pelos internos por volta das 14h para receber atendimento médico.

A assessoria da Fundação Casa informou que eles passam bem e foram encaminhados para um hospital da região. A unidade tem capacidade para 83 internos e atualmente abriga 79.

De acordo com a nota divulgada pela entidade, os nove funcionários que ainda eram mantidos reféns foram libertados por volta das 15h20.

A Corregedoria-Geral da Fundação Casa vai instaurar sindicância para investigar os motivos do motim. Segundo a instituição, a Polícia Militar foi acionada, mas não precisou intervir.

Todos os jovens que participaram do motim passarão pela Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD) do centro socioeducativo, que vai determinar “as sanções administrativas cabíveis”.