Quadro de Bolsonaro evoluiu bem após cirurgia; candidato permanece na UTI

Conforme boletim divulgado na manhã desta quinta-feira, foi realizada uma limpeza abdominal, procedimento que durou aproximadamente duas horas

São Paulo – O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após ter realizado uma cirurgia de emergência na noite desta quarta-feira, 12. Conforme boletim divulgado na manhã desta quinta-feira, 13 pelo Hospital Albert Einstein, foi realizada uma limpeza abdominal, procedimento que durou aproximadamente duas horas: “O paciente evoluiu bem após a cirurgia, sem intercorrências”, diz o boletim do hospital paulistano.

Conforme relato dos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo, o paciente apresentou distensão abdominal progressiva na quarta, diagnóstico confirmado por tomografia computadorizada realizada à tarde.

“Com este diagnóstico, o paciente foi levado para a cirurgia de urgência onde foram desfeitas as aderências do intestino e liberado o ponto de obstrução. Além disso, constatou-se um extravasamento de secreção entérica (secreção intestinal) a montante do ponto de obstrução em uma das suturas realizadas anteriormente para correção dos ferimentos intestinais. Em grandes traumas abdominais, esta complicação é mais frequente do que em cirurgias programadas”.

Jair Bolsonaro foi esfaqueado na quinta-feira da semana passada, dia 6, durante evento de campanha em Juiz de Fora (MG). O político está internado hospital Albert Einstein desde a última sexta-feira, 7.