PT se adaptou a tudo que sempre combateu, diz Chico Alencar

"Palocci, peça central nos governos Lula e Dilma, não pode ser acusado de perseguir seu partido e companheiros", afirmou o deputado

Brasília – Ex-integrante do PT, o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) avaliou nesta quarta-feira, 6, que o depoimento do ex-ministro Antonio Palocci incriminando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva indica que o PT se adaptou a tudo que sempre combateu. Para Alencar, Palocci, ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff, não pode ser acusado de perseguir a própria legenda a qual é filiado.

“O que Palocci começou a dizer indica que o partido, de ideais originais tão transformadores, adaptou-se a tudo o que sempre combateu. Palocci, peça central nos governos Lula e Dilma, não pode ser acusado de perseguir seu partido e companheiros. Será que nem assim o PT se disporá a reconhecer graves desvios e fazer autocrítica?”, afirmou o parlamentar fluminense, ao comentar depoimento do ex-ministro.

Palocci incriminou Lula durante depoimento nesta quarta-feira, 6, ao juiz federal Sérgio Moro, que conduz a Operação Lava Jato na primeira instância.

O ex-ministro da Fazenda de Lula disse que o ex-presidente avalizou pagamento de R$ 300 milhões em propina ao PT pela construtora Odebrecht entre o final de seu governo e os primeiros anos do governo Dilma.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jefferson Weiller

    Coitadinho do Lula, todos estão contra ele, até seu companheiro Palocci. Esse cara de pau tem que ser banido do Brasil, deportado para Cuba, junto com seus asseclas. Já o Temer temos que mandar pra Síria, bem no olho da guerra. Safados, corruptos, acabaram com o Brasil.