PT pede que PGR investigue aeroporto na gestão de Aécio

Obra foi construída num terreno que pertenceu a um tio-avô de Aécio, Múcio Tolentino

Brasília – O PT entrou na tarde desta terça-feira, 22, com um pedido para que a Procuradoria-Geral da República (PGR) abra inquéritos civil e criminal para investigar se houve irregularidades cometidas pelo candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, na construção de um aeroporto no município mineiro de Cláudio.

A obra, iniciada na gestão Aécio como governador de Minas Gerais, foi construída num terreno que pertenceu a um tio-avô, Múcio Tolentino.

O partido também quer apurar se o aeródromo está operando sem autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Para o partido, a construção e a suposta administração irregular do aeroporto configurariam atos de improbidade administrativa, condutas que desrespeitam o Código Brasileiro da Aeronáutica e crimes de peculato (desvio de dinheiro público), emprego irregular de verbas públicas e prevaricação.

O caso, que veio a público após reportagem publicada no domingo pelo jornal Folha de S. Paulo, já está sendo alvo de investigações do Ministério Público do Estado de Minas Gerais e da Anac.

Mas o PT pretende explorar o caso na campanha. Hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a apuração da obra.