PSDB quer investigação nos Correios e Dilma ironiza

A presidente disse que esse tipo de história [uso político dos Correios] só aparece quando alguém corre o risco de perder a eleição

São José dos Campos, SP – A presidente e candidata à reeleição pelo PT, Dilma Rousseff, teve seu primeiro compromisso de campanha nesta sexta-feira, 03, na cidade de São José dos Campos, no Vale do Paraíba (SP).

Em rápida caminhada, Dilma cumprimentou as pessoas, sorriu, distribuiu beijos e abraços e fez vários selfies com eleitores.

E ironizou o PSDB, que entrou com pedido no TSE para que se investigue o suposto uso político dos Correios na campanha da presidente, dizendo que esse tipo de história só aparece quando alguém corre o risco de perder a eleição.

Antes da caminhada, a petista falou que está “contando com um segundo turno” da disputa presidencial e garantiu não ter preferência quanto ao adversário.

A disputa para o segundo lugar dessa disputa está acirrada entre Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB).

Bem-humorada, a presidente disse que estava rouca. “Minha voz está bastante comprometida”, alegou, mas respondeu às perguntas dos repórteres e aproveitou para cutucar o PSDB, que pediu para o TSE que investigue os Correios por suposto uso da máquina pública a favor de Dilma.

Depois de defender a gestão petista e dizer que apenas 23% do funcionalismo federal ocupa cargos comissionados, ou de livre nomeação, ela destacou: “Não acredito que ocorra isso nos governos estaduais.”

Dilma, que estava acompanhada do candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, do candidato ao Senado pelo partido, Eduardo Suplicy, do ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, do prefeito de São José dos Campos, Carlinhos Almeida (PT), do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), coordenador da campanha petista em São Paulo, além de outros correligionários, disse também que considerou muito bom o debate de quinta-feira, 02, entre os presidenciáveis na TV Globo, apesar das limitações impostas pela participação de sete concorrentes, o que diminui o tempo para as exposições.

“Foi muito bom porque deu para esclarecer (muitas coisas).”

Na entrevista, a presidente falou sobre o projeto do Trem-Bala para a região do Vale do Paraíba, que prevê estações nas cidades de São José dos Campos e Aparecida do Norte.

Segundo ela, o projeto é muito importante e teve de ser adiado porque grandes investidores de países como França, Itália, Espanha e Alemanha, estavam em crise, principalmente com relação à sua moeda (o euro).

Mas garantiu que vai avaliar as chances de retomada do projeto.

Padilha

O candidato do PT ao governo de São Paulo, que está em terceiro lugar nas pesquisas, disse que isso não o desanima e afirmou que o dia da eleição poderá mostrar uma grande surpresa.

“Esta eleição teve como foco principal a campanha presidencial, mas tudo ocorreu no momento certo e nesta reta final está ocorrendo a arrancada e o casamento de Dilma/Padilha, Padilha/Dilma”, disse, numa alusão à crença de que sua candidatura deve crescer nessa etapa final da campanha de primeiro turno.

De acordo com as recentes pesquisas, a probabilidade é de que o atual governador e candidato à reeleição pelo PSDB, Geraldo Alckmin, seja eleito no primeiro turno.