PSDB do Senado começa a coletar assinaturas para CPMI

São necessários mais 20 apoios para que os senadores se juntem aos deputados e pleiteiem uma comissão mista no Congresso

Brasília – O PSDB do Senado começou a coletar assinaturas para a criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Petrobras no Congresso.

Nessa terça-feira, 3, a oposição apresentou o mesmo requerimento na Câmara dos Deputados e a expectativa é que o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), autorize na quinta-feira, 5, a instalação da CPI.

A oposição recolheu até o momento sete assinaturas de senadores. São necessários mais 20 apoios para que os senadores se juntem aos deputados e pleiteiem uma comissão mista no Congresso.

Na Câmara, foram conferidas 182 assinaturas, 11 a mais que o exigido pelo regimento.

Como o clima na Câmara vem se mostrando mais hostil aos interesses do Palácio do Planalto, alguns líderes oposicionistas já avaliam a possibilidade de levar adiante só a CPI dos deputados.

Os senadores, no entanto, não gostariam de ficar de fora das investigações no Congresso.

“Vamos coletar as assinaturas e sentar com eles (deputados) para conversar”, declarou o senador Aécio Neves (MG).