PSDB de Minas quer impugnar candidatura de Dilma ao Senado, diz jornal

Partido quer brigar na Justiça para que o acordo feito no Senado durante o processo de impeachment seja desconsiderado

São Paulo – A Coluna do Estadão informou neste domingo (1º) que o presidente do PSDB de Minas, Domingos Sávio, disse que o partido vai tentar impugnar a candidatura da ex-presidente Dilma Rousseff ao Senado.

Segundo a coluna, ele afirmou que a legislação sobre o impeachment determina a perda dos direitos políticos junto com o mandato.

Na época do impeachment de Dilma, no entanto, o próprio Senado aprovou sua deposição, mas dividiu a votação em duas etapas e manteve os direitos políticos da ex-presidente.

Se perdesse os direitos políticos, Dilma não poderia nem votar nem se candidatar a qualquer cargo eletivo, além de outras sanções, como participar de concursos públicos.

Todavia, para Sávio, esse acordo não é suficiente para a manutenção da candidatura de Dilma. Ele disse que o PSDB deve entrar com o pedido de impugnação se o próprio Ministério Público Eleitoral (MPE) não o fizer.

Ainda de acordo com o jornal, pelo menos um ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e um do Supremo Tribunal Federal (STF) concordam com a argumentação de Domingos Sávio.

Na última quinta-feira, Dilma anunciou oficialmente sua intenção de concorrer a uma vaga no Senado pelo estado de Minas Gerais.

“Eu não vou me furtar a participar de uma luta do ponto de vista eleitoral”, afirmou na ocasião. “Essas eleições serão muito importantes, pois elas podem interromper um processo de golpe, de deterioração das condições econômicas, políticas, sociais e civilizatórias”, disse.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. vitalino venanci

    O certo é impugnar o golpe

  2. vitalino venanci

    O certo é impugnar o g.o.l.p.e

  3. Julio Rodrigues Neto

    De acordo com a Constituição, se houve impeachment, houve perda de direitos políticos, também. Não há a menor dúvida, sobre este assunto, a ser questionada.

  4. Tomaz Elias Robinson

    O correto seria o PT lançar a Dilma como candidata a Presidenta, pois se ela foi tirada de lá por um golpe e o Lula tem a maioria da preferencia dos eleitores mais uma vez estes fotos seriam transferidos para ela, ou será que os petistas no fundo no fundo acharam bom ela ter sofrido o Golpe?