PSB tenta crescer para ser base de Alckmin em 2018

O partido pode ser o destino do próprio governador, caso ele não tenha chance de ser o candidato tucano a presidente da República em 2018

São Paulo – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), tem avalizado o ingresso de deputados, prefeitos e vereadores no PSB.

O partido pode ser o destino do próprio governador, caso ele não tenha chance de ser o candidato tucano a presidente da República em 2018.

Segundo um dirigente do PSB nacional, o objetivo é promover o ingresso, no partido, de cerca de 20 potenciais candidatos a prefeito para dar plataforma ao projeto presidencial de Alckmin.

Um caso exemplar é o do deputado Alex Manente. Atualmente no PPS, ele lidera as pesquisas de intenção de votos para a disputa da Prefeitura de São Bernardo do Campo.

“Vou para o PSB para ter o apoio do governador”, disse à reportagem. Seu principal rival na disputa deverá ser o deputado estadual Orlando Morando (PSDB). A assessoria de Alckmin informou que ele vai apoiar o candidato do PSDB no 1º turno da eleição.