PSB decide apoiar Aécio no 2º turno da eleição presidencial

Reunião da Executiva do partido que tomou a decisão não contou com a presença da ex-ministra e candidata Marina Silva

Brasília – O PSB decidiu nesta quarta-feira apoiar Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição, em reunião da Executiva do partido em Brasília, da qual a ex-ministra Marina Silva não participou.

O partido, que concorria com Marina na liderança da chapa e Beto Albuquerque como vice, é um dos que integram a coligação Unidos pelo Brasil e sua posição não representa a da ex-ministra.

É a primeira vez que o PSB apoia um candidato do PSDB na disputa presidencial.

Na quinta-feira, dirigentes dos seis partidos que integram a coligação (PSB, PPL, PPS, PRP, PSL e PHS) se reunirão na tentativa de tomar uma decisão conjunta, encontro do qual Marina deve participar. O PPS anunciou na terça-feira apoio a Aécio.

O segundo turno da eleição, entre Aécio e a presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, ocorre dia 26.