PSB adia anúncio dos candidatos à sucessão em PE

Partido explicou o adiamento devido à "incompatibilidade de agenda" do governador Eduardo Campos

Recife – Marcado para a manhã desta sexta-feira, 21, o anúncio da chapa que vai disputar a sucessão do governador de Pernambuco e presidenciável Eduardo Campos foi adiada para a segunda-feira, 24. Em nota, o PSB explicou o adiamento devido à “incompatibilidade de agenda” do governador.

Campos recebe o senador e presidenciável tucano Aécio Neves para almoço na sua residência ao meio-dia desta sexta e à tarde viaja para o Rio Grande do Sul. No sábado, 22, ele participa de encontro do PSB-Rede e PPS para o primeiro debate regional de um programa de governo.

O secretário estadual da Fazenda, Paulo Câmara é o escolhido para disputar o governo de Pernambuco, tendo como candidato a vice o deputado federal Raul Henry (PMDB). O ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, foi o convidado para disputar o Senado.

Há especulação de que o adiamento pode se dever a alguma aresta ainda não resolvida na composição da chapa. O vice-governador Fernando Lyra (PDT) ficou magoado por não ter sido o escolhido.