Protestos em defesa da Amazônia são convocados em 11 cidades

Pelas redes sociais, manifestantes organizam atos a favor da Amazônia após aumento dos focos de incêndio neste ano

São Paulo — Após as recentes queimadas na Amazônia, manifestantes organizam pelas redes sociais atos em defesa da floresta em pelo menos 11 cidades para os próximos dias. Em São Paulo, o protesto acontecerá nesta sexta-feira (23), na Avenida Paulista.

Há duas semanas, são registrados diversos pontos de incêndio na Amazônia Legal em estados do Norte, o que tem ganhado destaque na imprensa internacional. Fotos de satélite divulgadas pela Nasa nesta quarta-feira (21) mostram que as fortes queimadas podem ser vistas do espaço.

 

Manifestações em defesa da Amazônia

 

As queimadas que atingem a floresta Amazônica ganharam mais destaque depois que, segundo especialistas, a fumaça provocada pelos incêndios fez a tarde da última segunda-feira (19) virar noite em São Paulo.  Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entre janeiro e agosto, as queimadas aumentaram 83% em relação a 2018. Só em julho, o instituto de pesquisa Imazon calcula que a Amazônia perdeu uma área do tamanho do município do Rio de Janeiro

Ao comentar o assunto nesta quarta (21), o presidente Jair Bolsonaro afirmou, sem apresentar provas, que ONGs podem ser responsáveis pelas queimadas e que os governadores da região estão coniventes com a situação. “Tem estados aí, que não quero citar, na região Norte, que o governador não está movendo uma palha para ajudar a combater incêndio. Está gostando disso daí”, declarou o presidente.