Protesto de alunos bloqueia entrada de escola em Lins

Estudantes bloquearam a entrada de escola no interior de SP, fazendo uma barreira humana para impedir a entrada de professores, funcionários e outros alunos

Sorocaba – Cerca de 50 estudantes do ensino médio bloquearam a entrada da Escola Estadual 21 de Abril, em Lins, interior de São Paulo, em protesto contra o plano de reorganização da rede escolar do governo estadual.

Os manifestantes fizeram uma barreira humana para impedir a entrada de professores, funcionários e outros alunos. As aulas foram parcialmente suspensas no período da manhã, mas à tarde as atividades estavam normais, segundo a direção do estabelecimento.

A Diretoria Regional de Ensino informou que respeita o direito de manifestação, mas disse que a reorganização não trará prejuízo para os estudantes. Três escolas da cidade serão atingidas pelas mudanças.

Em Jundiaí, estudantes da Escola Estadual Hélio Del Cistia saíram da escola com faixas e cartazes e caminharam até o prédio da Diretoria de Ensino. De acordo com a Guarda Municipal, o protesto foi pacífico.

Os alunos alegam que serão obrigados a percorrer distâncias maiores para estudar.

Em Sorocaba, 80 professores fizeram uma passeata pelas ruas do centro em protesto contra a reorganização que implicará no fechamento de cinco escolas estaduais.

Com faixas, bandeiras e carro de som, o grupo interditou a rua de acesso à Diretoria Regional de Ensino. O bloqueio durou cerca de 20 minutos. Uma comissão protocolou documento pedindo a revisão da medida que, segundo os professores, vai causar demissões.

A Secretaria da Educação do Estado informou que, neste sábado, 14, uma reunião com representantes das escolas e das comunidades vai esclarecer dúvidas sobre as mudanças.