Prostitutas de Minas terão aulas de idiomas antes da Copa

A iniciativa é da Associação de Prostitutas de Minas Gerais e atende uma "demanda" das profissionais para melhorar os conhecimentos de vários idiomas estrangeiros

São Paulo – Com a atenção voltada para a Copa do Mundo de 2014, uma associação de prostitutas organizará cursos gratuitos de inglês, francês e português para profissionais do sexo.

A iniciativa é da Associação de Prostitutas de Minas Gerais e atende uma “demanda” das profissionais para melhorar os conhecimentos de vários idiomas estrangeiros, como também de língua portuguesa, explicou à Agência Efe a presidente da organização, Cida Vieira.

Segundo ela, as próprias prostitutas manifestavam a vontade de melhorar sua formação linguística e assim como outros setores da economia buscam melhorar sua competitividade para a Copa.

“Se todos os setores estão se capacitando para a Copa, por que não nós?”, disse Cida.

A previsão é que as aulas comecem em fevereiro ou março, com professores voluntários, em uma sala cedida em uma área de prostituição de Belo Horizonte.

Um grupo de 20 profissionais já está inscrito no programa e Cida espera que esse número chegue a 300.

Além disso, a presidente da Aprosmig acrescentou que a associação está tentando fechar acordos para conseguir uma estrutura mais sólida e que não dependa unicamente do voluntariado.