Produção de aço bruto no Brasil sobe 56,6% em abril

São Paulo – A produção siderúrgica do Brasil saltou 56,6 por cento em abril na comparação com o mesmo período do ano passado, para 2,7 milhões de toneladas, informou nesta terça-feira o Instituto Aço Brasil (IABr). Enquanto isso, o volume vendido no país saltou 48,3 por cento, para 1,8 milhão de toneladas, na mesma base de comparação.

Apesar da alta sobre 2009, que atravessou forte crise com queda acentuada na demanda, a produção apresentou recuo de 4,3 por cento ante março.

No acumulado dos quatro primeiros meses, o setor registra um crescimento de 58,6 por cento na produção de aço bruto, para 10,7 milhões de toneladas.

Um dos segmentos mais afetados pela crise, o de placas, teve salto de 76,7 por cento na produção na comparação anual e de 49,1 por cento no quadrimestre, segundo os dados do IABr. O produto é usado em aplicações pesadas, como indústria naval e de petróleo.

Em termos de vendas em volume, a indústria siderúrgica nacional acumulou 6,816 milhões de toneladas nos primeiros quatro meses do ano, um aumento de 58,2 por cento na comparação anual.

O segmento de laminados planos teve vendas 47,8 por cento maiores em abril sobre igual mês de 2009, para 993,7 mil toneladas, enquanto de janeiro a abril foram comercializadas 3,8 milhões de toneladas, crescimento de 64,6 por cento.

O IABr prevê uma produção de aço em 2010 de 33 milhões de toneladas, cerca de 25 por cento acima do volume de 2009, quando o setor produziu 26,5 milhões de toneladas. Com relação às vendas no mercado doméstico, a previsão é de crescimento de 25 por cento, para 20,43 milhões de toneladas.