Procurador-geral de SP critica tentativa de anistiar caixa 2

O procurador citou as manobras feitas por deputados em aprovar uma emenda que concedesse perdão a esse tipo de crime

São Paulo – O procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo, Gianpaolo Smanio, criticou as tentativas do Congresso Nacional de anistiar o caixa dois, citando as manobras feitas por deputados em aprovar uma emenda que concedesse perdão a esse tipo de crime.

“Nós entendemos que não deve ser anistiado nenhum tipo de crime, é importante combater o caixa dois porque é uma das formas de lavagem de dinheiro. Portanto, o Ministério Público Estadual também se posiciona contrariamente à aprovação dessas medidas”, afirmou.

Smanio participa de uma reunião entre promotores de Justiça de todos os Estados com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para discutir propostas ao Plano Nacional de Segurança Pública, a ser lançado pelo governo federal.

Citando as sugestões a serem feitas ao plano, ele destacou a importância de trabalhar na diminuição dos homicídios no País, fazer grupos de trabalho na investigação desse tipo de crime e oferecer soluções à sociedade.