Prefeitura vai apurar responsáveis por queda de passarela na Marginal

As pistas da Marginal Tietê foram liberadas hoje (15), às 5h da manhã, e o trânsito voltou a fluir normalmente

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras da Prefeitura da Cidade de São Paulo (SIURB) vai abrir na segunda-feira (18) uma apuração preliminar de responsabilidade pelo acidente com a passarela de serviço sobre a Marginal do Tietê.

As pistas da Marginal Tietê foram liberadas hoje (15), às 5h da manhã. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito flui normalmente.

A passarela de metal utilizada em uma obra caiu no início da noite de ontem (14), bloqueando todas as pistas no sentido interior. A estrutura, instalada próxima à ponte Comunidade Húngara, na zona norte, atingiu dois ônibus e um carro. Segundo o Corpo de Bombeiros, ao menos uma pessoa teve ferimentos leves.

A passarela era uma estrutura de apoio das obras da Ponte Pirituba-Lapa, que estão sendo executadas pelo consórcio formado pelas empresas EIT/Constran. A obra é uma futura ligação entre a Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, no trecho entre as pontes Ulisses Guimarães e Piqueri.

A queda da estrutura ocorreu no momento em que uma forte tempestade atingia a cidade de São Paulo, com rajadas de vento que chegaram a 82 km/h. De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no local do acidente, os ventos podem ter sido ainda mais fortes.

Previsão do Tempo

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura de São Paulo, o tempo começou chuvoso na madrugada e manhã de hoje (15).

“As precipitações variam de intensidade e o solo encharcado favorece a formação de alagamentos e deslizamentos nas áreas de risco”, disse o meteorologista do CGE da Prefeitura de São Paulo, Thomaz Garcia. No decorrer da tarde, as instabilidades se afastam e não há previsão de chuva significativa.