Prefeitura de SP assina acordo para ter centro olímpico

A ideia é que o centro sirva de local de treinamento para atletas brasileiros e também para estrangeiros em busca de adaptação na véspera dos Jogos Olímpicos de 2016

São Paulo – Em uma rápida cerimônia no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT) assinaram um acordo em que o Estado cede, por 99 anos, a área do Parque Esportivo do Trabalhador para a construção de um centro olímpico na zona leste.

A ideia é que o centro sirva de local de treinamento para atletas brasileiros e também para estrangeiros em busca de adaptação na véspera dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

O governo do Estado cederá o espaço e as obras serão feitas pela prefeitura. “Estamos correndo contra o tempo, sabemos que algumas providências já deveriam estar sendo tomadas”, disse Haddad, ressaltando que o projeto não estava previsto, mas a prefeitura enxergou nele uma boa oportunidade.

O Parque Esportivo do Trabalhador, local onde será construído o centro de alto rendimento, é uma área de 280 mil meros quadrados localizada no Tatuapé.

A área, que pertence ao Estado, já estava sob responsabilidade da prefeitura desde 2009. O que o novo acordo modifica é a duração da cessão, que agora vai até 2112.