PPS já prepara convocação de Vaccari e Duque em CPI

Nesta quinta-feira, 05, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deferiu o requerimento da oposição pedindo a instalação da CPI

Brasília – No dia em que Polícia Federal realiza mais uma etapa da Operação Lava Jato e que a Câmara dos Deputados autorizou a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, a bancada do PPS na Casa anunciou que vai pedir a convocação e a quebra dos sigilos do tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, e do ex-diretor de serviços da estatal, Renato Duque.

“Já preparamos os requerimentos de convocação e quebra de sigilos desses dois personagens que estão no centro do esquema que roubou bilhões da Petrobras. A situação deles é grave e atinge diretamente a presidente Dilma Rousseff e o financiamento de sua campanha”, informou o líder do PPS, deputado federal Rubens Bueno (PR), por meio de nota.

Nesta quinta-feira, 05, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deferiu o requerimento da oposição pedindo a instalação da CPI.

A comissão trabalhará com 27 deputados e funcionará por 120 dias.

PPS, PSDB, PSB e PV terão direito, enquanto bloco, a seis vagas na CPI.