Por Previdência, Temer oferece café da manhã a deputados

Além do café com deputados, presidente também tem reunião marcada com senadores sobre a Previdência

Brasília – Obstinado com a Reforma da Previdência e com que o calendário inicial de discussão e aprovação da matéria seja mantido, o presidente Michel Temer oferece na manhã desta terça-feira, 18, um café da manhã a deputados da base aliada no Palácio do Alvorada. O relator da proposta, deputado Arthur Maia (PPS-BA), fará uma apresentação do texto aos colegas.

Mas até a noite de segunda-feira, 17, o relatório ainda passaria por ajustes e poderia rever algumas alterações voltadas para mulheres. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também participa do café com deputados.

Na segunda à noite, Arthur Maia admitiu que a idade mínima para a aposentadoria das mulheres será menor do que 65 anos. “Acho que é muito grande a chance de mudar a idade da mulher”, disse o relator, após reunião com Temer e deputadas da bancada feminina na Câmara. Depois de relutar em revelar a nova idade mínima proposta, Maia disse que ficará entre 62 e 63 anos.

Também na noite de segunda, o presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara, Carlos Marun (PMDB-MS), adiou a leitura do parecer do relator das 11h para às 13h30 e disse que, apesar de manter a leitura para hoje, ela poderia ser adiada em “um dia”.

“Um dia também não tem uma grande alteração, mesmo que façamos a leitura na quarta vamos começar a discussão no dia 25. Temos tempo hábil para isso”, disse Marun. “Temos essa programação estabelecida e vamos lutar para que ela aconteça”, completou.

Agenda

Logo após o café da manhã com deputados, Temer segue focado na Reforma da Previdência e receberá no Palácio do Planalto líderes da base aliada no Senado. Às 17h, o presidente recebe o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ).