Por falta de orçamento, Aneel suspende canais de atendimento

Com a suspensão, a agência pretende responder às 6 mil solicitações de consumidores, em andamento até julho de 2016

O atendimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ao cidadão por telefone e chat está suspenso a partir de hoje (6). Os trabalhos foram interrompidos por falta de orçamento e não têm previsão de retorno.

A Aneel recebe mensalmente, pela Central de Teleatendimento, 90 mil ligações telefônicas, 50 mil por meio da Unidade de Resposta Audível (URA), 3 mil atendimentos eletrônicos por chat e 3 mil por formulário na internet.

Com a suspensão, a agência pretende responder às 6 mil solicitações de consumidores, em andamento até julho de 2016, e informa que não há como estimar se haverá atraso na resposta de novas demandas no momento, mas que há grande probabilidade de que o serviço seja prejudicado.

Segundo a agência, enquanto as atividades estiverem suspensas, fica comprometido o andamento de novos demandas dos consumidores, bem como as correções de procedimentos nas distribuidoras de energia elétrica, nos termos da Resolução Normativa 414/2010, que estabelece as condições gerais de fornecimento e os direitos e deveres dos consumidores.

Ainda de acordo com a Aneel, a suspensão é uma situação emergencial e possivelmente transitória. As distribuidoras de energia elétrica são a primeira opção para reclamações e continuarão a atender normalmente.

Solicitações sem solução nas distribuidoras podem ser encaminhadas por meio de formulário no portal da Aneel na internet ou correspondência para o endereço – Superintendência de Mediação Administrativa, Ouvidoria Setorial e Participação Pública (SMA) – SGAN 603, módulo I, 70830-110, Brasília (DF).