Políticos reagem contra “emenda Lula” para 2018

Relator da reforma política na Câmara incluiu no seu parecer artigos que proíbem a prisão de políticos até oito meses antes da eleição

Brasília – Políticos repercutiram a informação revelada pela Coluna do Estadão de que o relator da reforma política na Câmara dos Deputados, Vicente Cândido (PT-SP), incluiu no seu parecer artigos que proíbem a prisão de políticos até oito meses antes da eleição. A medida pode valer já para a eleição de 2018 se for aprovada até setembro pelo Congresso e foi apelidada de “Emenda Lula”.

“Vamos derrotar o Lula na eleição e, depois, pôr o Luiz Inácio na prisão”, afirmou o prefeito João Doria (PSDB). Pelo Twitter, a senadora Ana Amélia (PP-RS) escreveu: “Quando a sociedade exige uma reforma política moralizadora, é inaceitável e provocadora a manobra para livrar Lula e outros políticos da inelegibilidade nas eleições de 2018”.

O relator da reforma política na Câmara se defendeu. “Tem muita exploração da política por parte de promotores, juízes e delegados. Então é para evitar que, no ano que vem, em especial, haja exploração dessa natureza”, disse Cândido. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Os políticos brasileiros dão uma aula ao mundo sobre como ser corrupto e não ter vergonha! Pelo menos assim somos primeiro em algo…

  2. Quando se pensa em política M oralizadora, torna-se vergonhosa e descarada a “e e da lula”, para
    Livrar políticos bandidos de condenação e prisão.

  3. wilmar arnold

    É o PT dando tentando fazer o crime compensar.

  4. Manoel Bento Motta

    A safadeza e o escárnio estão subindo à níveis estratosféricos. Pobre de nós povo brasileiro. Nem o shapolin colorado nos salva mais.