Polícia prende quadrilha que comercializava cargas roubadas

A base operacional da quadrilha funcionava em uma transportadora em Campinas

São Páulo – A polícia prendeu em Campinas (SP) três empresários e um comerciante, que participavam um esquema empresarial de cargas roubadas, com distribuição em todo o território nacional.

A base operacional da quadrilha funcionava em uma transportadora de cerca de mil metros quadrados, no bairro Itatinga, em Campinas, próximo ao Aeroporto Internacional de Viracopos.

“Depois de uma investigação profunda, conseguimos apreender 250 toneladas de alimentos. Essa quadrilha atuava com receptação de roubo a carga em São Paulo, em todo sul do país, em parte de Minas Gerais, e distribuía a carga para o Brasil todo. O volume de receptação era de cinco a sete carretas por semana”, disse o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o local contava com a estrutura de um entreposto comercial, e funcionava até com empilhadeiras para facilitar a armazenagem.

As prisões foram feitas na manhã de ontem e divulgadas hoje (18). A operação foi feita por policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), e as investigações, que duraram 90 dias, ficaram a cargo da Delegacia de Investigações sobre Crimes de Intervenção Estratégica.

“Nós mapeamos os últimos dez anos de roubo a cargas no estado, quais os caminhos traçados pelos caminhões, os possíveis receptadores, os galpões existentes. O serviço de inteligência vem sendo realizado e dando frutos”, destacou o secretário.

Os detidos responderão por receptação e associação criminosa. Os produtos apreendidos – que lotaram pelo menos 12 carretas, compostas principalmente de gêneros alimentícios – foram transportados a sede do Deic e serão devolvidas aos proprietários.