Polícia ouve sete funcionários da obra que desabou

Nove homens morreram no desabamento de um prédio na zona leste

São Paulo – Terminou no início da tarde desta quinta-feira, 29, o depoimento de sete operários que trabalhavam na obra que desabou na terça-feira, 27, na Avenida Mateo Bei, em São Mateus, zona leste de São Paulo. 

O delegado Guilherme Leonel Santos, do 49º DP (São Mateus) não quis adiantar o teor dos interrogatórios, limitando-se a dizer que foram “importantes”.

Os sete homens, que não quiseram falar com a imprensa, seguiram de viatura ao Instituto Medico Legal (IML) para exames de corpo de delito. O delegado Luiz Carlos Uzelin disse que não há previsão de novos depoimentos para esta quinta.

Nove homens morreram no desabamento. Eles trabalhavam na construção no momento do acidente. Um desaparecido ainda é procurado no local pelo Corpo de Bombeiros.