Polícia Militar lança bombas contra estudantes no centro de SP

Cerca de 100 estudantes de colégios particulares se manifestavam na avenida da Consolação na manhã desta sexta

Cerca de 100 estudantes de escolas particulares fizeram manifestação por volta das 8h40 desta sexta-feira, 28 na Rua da Consolação, na região central de São Paulo.

Depois de cerca de 15 minutos, a Tropa de Choque da Polícia Militar lançou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar o grupo.

Os adolescentes são estudantes das escolas Oswald Andrade, Equipe, São Domingos e Escola da Vila.

Por volta das 9h, cerca de 20 estudantes bloqueavam parcialmente a Avenida Rebouças, em Pinheiros, zona oeste da capital.

Eles permaneciam reunidos próximos ao shopping Eldorado e seguiam no sentido do Largo da Batata.

O trânsito estava bastante carregado na região neste horário, mas não estava parado.

Metrô

Passageiros continuavam na manhã desta sexta na Estação Corinthians-Itaquera, na zona leste de São Paulo, aguardando a abertura do metrô.

Muitos dizem que vão permanecer no local porque acreditam que o metrô voltará a funcionar. Na região, apenas micro-ônibus circulam normalmente.

Nas proximidades de Itaquera, é possível observar pontos de ônibus lotados. A auxiliar de produção Rosely Oliveira trabalha no Brás e lamenta a paralisação. “É muito ruim acordar cedo, chegar ao metrô e não ter como trabalhar”, disse.

Veja também