Polícia do Rio prende suspeito de matar estudante

Segundo a polícia, o suspeito é colega de faculdade da jovem, que tinha sinais de estrangulamento

Rio – Policiais da Divisão de Homicídios (DH) prenderam neste domingo um homem de 44 anos suspeito de ter assassinado a universitária Pâmela Belarmino, de 19 anos, encontrada morta na manhã deste sábado, na Ilha do Governador (zona norte). Segundo a polícia, o suspeito é colega de faculdade da jovem, que tinha sinais de estrangulamento.

Pâmela sumiu na manhã de sexta-feira, 11, ao deixar a faculdade, em Bonsucesso (zona norte). Ela estava no sexto período de Administração e fazia estágio no Centro. A família desconfiou quando a chefe de Pâmela telefonou, no início da tarde de sexta-feira, para dizer que a moça não tinha ido ao trabalho. Parentes espalharam cartazes na vizinhança e usaram as redes sociais para pedir notícias da universitária.

Uma testemunha que trabalha na Praia da Ribeira, na Ilha do Governador, ligou para o telefone informado nos cartazes e disse ter visto um corpo no mar. A mesma pessoa contou ter visto um casal brigando, horas antes, no local. O enterro de Pâmela está marcado para o início deste domingo no Cemitério de Irajá (zona norte).