Polícia Civil vai investigar mortes de jovens em ação da PM

Polícia vai investigar morte de dois jovens que causou ontem revolta a moradores e familiares no bairro da Saúde, em São Paulo

São Paulo – O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil de São Paulo vai investigar as mortes de Givanildo dos Santos Félix, 20 anos, e Leomarcos da Silva Santos, 21 anos, durante ação de policiais militares, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar fazia uma operação na área conhecida como Favela Mauro 2, no bairro Saúde, quando os dois jovens, que estavam armados, correram em direção aos policiais. Houve troca de tiros e os rapazes foram baleados.

A secretaria informou que foi feita perícia no local do crime, onde foram encontrados 90 pacotes contendo uma substância semelhante a maconha e 24 pinos contendo um pó branco. As substâncias serão examinadas pelo Instituto de Criminalística. Também foram apreendidos dois revólveres calibre 38, que estavam com os jovens. As pistolas usadas pelos policiais também foram recolhidas para investigação.

Por volta das 23h da noite de ontém (29), parentes e amigos dos jovens mortos fizeram uma manifestação no local onde os rapazes foram baleados e entraram em confronto com as tropas. Segundo a Polícia Militar, os PMs tiveram de usar bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar os manifestantes.