Polícia afasta policiais suspeitos de sumir com morador

Moradores protestaram contra o sumiço de Souza na quarta, 17, e na sexta-feira, 19, interrompendo o trânsito na Autoestrada Lagoa-Barra

Rio – Os quatro policiais suspeitos de envolvimento no desaparecimento de Amarildo de Souza, morador da favela da Rocinha que não é visto desde o dia 14, foram afastados dos serviços operacionais nesta quinta-feira, 18. De acordo com a polícia, eles trabalharão na área administrativa na Coordenadoria de Policia Pacificadora (CPP) até a conclusão do inquérito que investiga o caso.

Moradores protestaram contra o sumiço de Souza na quarta, 17, e na sexta-feira, 19, interrompendo o trânsito na Autoestrada Lagoa-Barra, importante via de ligação entre a zona sul e a Barra da Tijuca. Ele foi visto pela última vez no dia 14 por volta das 8 horas. Foi levado por policiais da UPP da favela para averiguação e, desde então, não voltou para casa. Parentes rodaram hospitais e delegacias e não o encontraram.