PM de SP prende libanês suspeito de ligação com Hezbollah

A Polícia Militar de São Paulo anunciou a prisão de um libanês procurado pela Interpol por tráfico de drogas, Fadi Hassan Nabha

A Polícia Militar de São Paulo anunciou nesta sexta-feira a prisão de um libanês procurado pela Interpol por tráfico de drogas, Fadi Hassan Nabha, suspeito de ter ligações com o movimento xiita Hezbollah.

O suspeito, de 42 anos, foi detido na noite de quinta-feira em Caieiras, na Grande São Paulo, revelou o site da Polícia Militar.

As autoridades brasileiras haviam decretado a expulsão de Hassan Nabha em maio passado.

Após sua detenção, Hassan Nabha foi entregue à Polícia Federal, disse à AFP um porta-voz da PM.

O Brasil mobilizou 85 mil policiais e militares para garantir a segurança durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto, o dobro do efetivo utilizado nas Olimpíadas de Londres-2012.

Na quarta-feira, a Polícia Federal deteve o brasileiro de origem libanesa Chaer Kalaoun, acusado de viajar à Síria e declarar fidelidade ao grupo Estado Islâmico, além de fazer apologia da organização jihadista nas redes sociais.

Na semana passada, a Polícia Federal já havia detido um grupo de 12 pessoas que planejavam ataques terroristas durante os Jogos do Rio.

O ministro brasileiro da Justiça, Alexandre de Moraes, qualificou os 12 detidos de “célula de amadores”.