Plano de Aécio prevê aumento de salário para professores

Os responsáveis pelas áreas de educação e cidadania do programa de governo de Aécio também anunciaram a criação do programa Bolsa Treinamento

São Paulo – Representantes da campanha de Aécio Neves (PSDB) à Presidência afirmaram nesta sexta-feira, 3, que a valorização dos professores é uma “prioridade” no que diz respeito à educação e que o salário inicial dos profissionais será aumentado.

A educadora Maria Helena Guimarães e o professor e ex-secretário nacional de Assistência Social Marcelo Garcia participaram nesta tarde do evento Face to Face com internautas, na página oficial de Aécio no Facebook, para discutir as propostas do tucano para educação e cidadania.

“Queremos aumentar o salário inicial (e vamos!) para tornar a carreira mais atraente e inovar os programas de formação de professores”, escreveram, em resposta à pergunta de uma internauta sobre como valorizar a profissão dos professores.

“Melhorar a carreira e a formação é a política mais importante para a qualidade da educação.”

Os responsáveis pelas áreas de educação e cidadania do programa de governo de Aécio também anunciaram a criação do programa Bolsa Treinamento, que visa beneficiar estudantes sem condições de se manterem na universidade, para que eles possam, através de estágios e programas de extensão, receber uma bolsa.

Outro programa anunciado em resposta a uma questão sobre como melhorar a qualidade de vida da população foi o Família Brasileira.

Os representantes afirmaram que ele será estratégico para combater a desigualdade, enfrentar a pobreza e fortalecer os vínculos familiares, mas não deram mais detalhes.

Em resposta a uma das perguntas sobre emprego, Maria Helena e Marcelo afirmaram que o PT fez uma “divisão” entre a população desempregada e desocupada “para iludir os brasileiros sobre as estatísticas de empregabilidade”.

“O IBGE indica que 60 milhões de brasileiros estão desocupados”, escreveram na rede social.

Os representantes de Aécio também prometeram investimentos na infraestrutura das escolas.

“Pode acreditar: nenhuma escola ficará esquecida no nosso governo. Vamos garantir prédios organizados, móveis, carteiras, merenda, material didático de qualidade, livros, transporte escolar e acesso a internet em todas as escolas”, afirmaram.