PGR denuncia presidente do DEM, Agripino Maia, ao STF

A acusação refere-se ao inquérito que o investigava por envolvimento no financiamento irregular da Arena das Dunas, estádio para a Copa de 2014

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou nesta quarta-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma denúncia criminal contra o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN).

A acusação, remetida sob sigilo ao Supremo e que está no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso, refere-se a inquérito que o investigava por envolvimento no financiamento irregular da Arena das Dunas, estádio construído em Natal para a Copa do Mundo de 2014.

No mês passado, a Polícia Federal havia concluído investigação e indiciou Agripino por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Em nota divulgada pela imprensa, Agripino afirmou que repudia a acusação e destacou que os depoimentos tomados ao longo do inquérito não mostram qualquer “referência a pedido ou recebimento de valores em troca de qualquer tipo de retribuição ou vantagem”.

“Ademais, nos autos do inquérito, não são atribuídos quaisquer ilícitos relativos à movimentação financeira, em vista da apresentação prévia com justificativas quanto à origem, legalidade e declaração à Receita Federal”, disse o senador.