PF prende ex-cunhado de Cachoeira em Anápolis

Ele é suspeito de ter enviado um e-mail para intimidar a procuradora da República, Lea Batista de Oliveira

Brasília – A Polícia Federal prendeu hoje (6), em Anápolis (GO), Adriano Aprígio, ex-cunhado do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso em Brasília. Ele é suspeito de ter enviado um e-mail para intimidar a procuradora da República, Lea Batista de Oliveira. Em junho, a procuradora recebeu uma primeira mensagem sem identificação dizendo que ela havia sido “dura demais” com os envolvidos no esquema de Cachoeira.

Adriano Aprígio está entre os 80 denunciados pelo Ministério Público Federal de Goiás (MPF-GO) por envolvimento com a rede criminosa de Cachoeira. As investigações, segundo o MPF-GO, indicaram que, no grupo de Cachoeira, ele tinha a atribuição de dissimular os recursos arrecadados com a prática criminosa.

De acordo com informações do Ministério Público, no dia 23 de junho, a procuradora da República Lea Batista recebeu outro e-mail com ameaças a ela e a sua família.