Petrobras mostra o melhor e o pior do Brasil, diz FT

A Petrobras é grande demais para falir, mas também é muito corrupta para continuar como está, diz o jornal britânico

São Paulo – O jornal britânico Financial Times (FT) criticou a Petrobras, em um editorial publicado neste sábado, afirmando que a estatal “representa o melhor e o pior do Brasil”.

O jornal recorda dos velhos tempos (não tão antigos assim) da Petrobras, quando as notícias refletiam sua competência técnica renomada e suas largas reservas de petróleo, no pré-sal.

Tanto que essas características impulsionaram, em 2010, a empresa a arrecadar mais de R$ 120 bilhões, em uma das maiores capitalizações da história.

Mas a eclosão da operação Lava Jato, que encontrou o pagamento de propinas por empreiteiras para ganhar obras superfaturadas, mostrou o lado corrupto da estatal.

Esse escândalo, afirma o Financial Times, “é sistêmico para a economia brasileira e ameaça derrubar seu governo. A Petrobras é grande demais para falir. Mas também é muito corrupta para continuar como está.”

O jornal sugere que o governo poderia socorrer a Petrobras, que possui US$ 170 bilhões em dívidas (hoje, é a petroleira mais endividada do mundo).

Mas o custo de um suporte financeiro implicaria na perda do grau de investimento do Brasil, o que aumentaria os custos dos empréstimos para todas as outras empresas no país.

Para o jornal britânico, a culpa da deterioração da Petrobras está, em última análise, com o PT e “seu desejo de poder”.

“O dinheiro roubado na estatal foi supostamente usado para comprar alianças no congresso, financiar as duas campanhas presidenciais de Dilma Rousseff e nas eleições do Congresso também.”