Pedágios na Castelo e para o litoral de SP sobem amanhã

O aumento tem base na inflação medida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 6,37%

São Paulo – Por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), a CCR ViaOeste, concessionária que administra o Sistema Castelo/Raposo, vai reajustar as tarifas em três praças de pedágio da Rodovia Castelo Branco a partir desta quarta-feira, 13.

O aumento tem base na inflação medida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 6,37%, sobre a base das tarifas que vigorou entre junho de 2013 e maio de 2014.

A Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) havia autorizado o reajuste de 6,13%, abaixo da variação contratual.

O TJSP já havia concedido decisão semelhante à CCR AutoBan, que controla o Sistema Anhanguera-Bandeirantes.

A partir da 0h desta quarta-feira, o pedágio de Itapevi da Castelo, no km 33 do sentido interior, receberá aumento de R$ 7 para R$ 7,20. Os outros dois que receberão reajuste serão os pedágios de Osasco, no km 18 do sentido interior e de Barueri, no km 20, sentido capital, que vão cobrar R$ 3,60 – o valor anterior era de R$ 3,50.

Nos demais pedágios do Sistema Castelo/Raposo, os preços permanecerão os mesmos.

Litoral

As tarifas dos pedágios do Sistema Anchieta-Imigrantes, da Ecovias, também sofrerão aumento com base em decisão do TJSP. As praças que foram reajustadas foram: São Vicente, no km 280 da Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, onde o aumento será de R$ 6 para R$ 6,20; a do bloqueio Eldorado da Rodovia dos Imigrantes, no km 20, onde o valor vai subir de R$ 3 para R$ 3,20; a do bloqueio Batistini da Imigrantes, no km 24, que vai de R$ 5 para R$ 5,20; e as praças de Piratininga, no km 32 da Imigrantes, e de Riacho Grande, no km 31 da Anchieta, onde os valores vão subir de R$ 22 para R$ 22,40.