Pauta foi “sugestão de priorização”, diz Marun

O ministro da Secretaria de Governo afirmou que o governo reconhece a prerrogativa dos presidentes das duas Casas do Legislativo

Brasília – O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados que o governo reconhece a prerrogativa dos presidentes das duas Casas do Legislativo de pautar matérias e explicou que a lista de medidas econômicas anunciada no Palácio do Planalto na segunda-feira foi apenas uma “sugestão de priorização”.

O anúncio do governo provocou mal-estar com o Congresso, explicitado em duras declarações na terça-feira tanto do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quanto do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).