Paulo Skaf declara gasto maior que arrecadação

Já Geraldo Alckmin, candidato à reeleição, informou ter gasto R$ 15 milhões e declarou ter arrecadado R$ 15,3 milhões.

São Paulo – O candidato do PMDB ao governo paulista, Paulo Skaf, declarou ter gasto mais do que arrecadou na segunda prestação parcial de contas à Justiça Eleitoral. O peemedebista informou ao Tribunal Regional Eleitoral o valor de R$ 10,4 milhões em despesas e R$ 10,3 milhões em doações.

Skaf prestou contas à Justiça Eleitoral na quinta-feira, 28. Os candidatos na disputa estadual tinham até esta terça-feira, 2, para fornecer pela segunda vez ao TRE informações sobre as contas de campanha.

Nesta segunda, dia 1º, o governador Geraldo Alckmin, candidato à reeleição, informou ter gasto R$ 15 milhões, contando os valores já declarados na primeira prestação de contas, no mês passado.

Em dois meses de campanha, o tucano declarou ter arrecadado R$ 15,3 milhões.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.