Parte de viaduto cai e mata juíza em avenida de São Paulo

Partes do viaduto se desprenderam e caíram em seu carro na madrugada deste domingo, 19, na região central da cidade

Uma mulher morreu após ser atingida por partes de um viaduto que se desprenderam e caíram em seu carro na madrugada deste domingo, 19, na região central da cidade de São Paulo.

A vítima, a juíza Adriana Nolasco da Silva, de 46 anos, foi socorrida e encaminhada em estado grave para o Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu às 3h35.

Veja também

Segundo o Corpo de Bombeiros, um caminhão tinha batido no viaduto minutos antes. Então, uma viga se desprendeu e atingiu o carro que passava pelo local.

O caso ocorreu por volta das 23h na Avenida do Estado, sentido Santana, nas proximidades da avenida Mercúrio. O Corpo de Bombeiros informou que o condutor do veículo, que era motorista da juíza, não teve ferimentos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Apenas para deixar claro que o caminhão não passou minutos antes e sim ao mesmo tempo que o carro da Dra Adriana.
    Caso ele tivesse passado minutos antes, ele teria batido na viga e a mesma teria caído na pista ou até em outro carro.
    Tanto o tamanho do caminhão (maior que o permitido), o estado da estrutura que foi inclusive relatará dias antes em redes sociais fizeram corroboraram para o acontecimento desse grave acidente.
    Não é a primeira vez que um caminhão bate em uma ponte por excesso de altura, lembrando o acidente da ponto da Santo Amaro com a Bandeirantes que não só causou uma explosão como interditou o trânsito por vários meses.
    A Prefeitura deveria instalar alertas de altura antes das pontes , semelhantes ao que se vê lá fora ou até iguais aos que existem em alguns túneis como o Airton Senna para minimizar tanto os danos patrimoniais e segurança a população.