Parlamentares petistas visitam presos do mensalão

Os oito senadores e três deputados do PT estiveram com Dirceu, Genoino e Delúbio Soares

Brasília – Um grupo de 11 parlamentares deixou no final da manhã desta quinta-feira, 21, o Complexo Penitenciário da Papuda. Os oito senadores e três deputados petistas estiveram com o ex-ministro José Dirceu, o deputado licenciado José Genoino e o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, que cumprem pena pela condenação no processo do mensalão.

Segundo o líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), com a visita, eles estão ainda mais “convencidos de que houve, no cumprimento da sentença (do STF), arbitrariedade”. Eles voltaram a destacar a preocupação com a saúde do ex-presidente do PT, José Genoino. “Estamos falando de uma vida que está em jogo”, disse Dias.

O senador Eduardo Suplicy (SP) ressaltou que os parlamentares não estiveram na cela dos presos e que, a pedido do diretor do presídio, João Feitosa, eles não fotografaram o encontro.

Com relação ao estado de saúde de Genoino, Dias afirmou que é visível a gravidade da situação. “Estamos aqui como senadores da República, afirmando que a situação é muito grave”.

Além de Wellington Dias e Suplicy, estavam presentes os senadores Jorge Viana (AC), Paulo Paim (RS), Lindbergh Farias (RJ), José Pimentel (CE), Humberto Costa (PE), Ana Rita (ES) e os deputados Nazareno Fonteles (PI), Assis Carvalho (PI) e Janete Pietá (SP).