Para PT, Marina vai colar em Aécio nas pesquisas

A avaliação foi feita ontem, no Palácio da Alvorada, por ministros e lideranças petistas presentes na primeira reunião do núcleo da campanha de Dilma Rousseff

Brasília – Marina Silva deverá aparecer nas próximas pesquisas de intenção de voto “colada” em Aécio Nevescandidato do PSDB à Presidência que hoje ocupa o segundo lugar na disputa. 

A avaliação foi feita ontem, no Palácio da Alvorada, por ministros e lideranças petistas presentes na primeira reunião do núcleo da campanha de Dilma Rousseff após o acidente aéreo que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

Em três horas de conversa com Dilma, que ontem também gravou cenas para o programa de TV em um estúdio montado no Alvorada, ministros e coordenadores da campanha avaliaram que Marina subirá por causa da comoção nacional provocada pela morte de Campos, na quarta-feira.

O ex-governador ocupava o terceiro lugar nos levantamentos de opinião, atrás de Aécio. Dilma lidera todas as sondagens, mas dirigentes do PT acreditam que, agora, com a reviravolta no cenário eleitoral, a disputa pela Presidência será em dois turnos.

Ministros e dirigentes do PT que participaram da reunião não têm dúvidas de que Marina substituirá Campos e já estabeleceram um cronograma de trabalho para a próxima semana, após o sepultamento do ex-governador.

O objetivo é atrair os descontentes do PSB ao palanque de Dilma ou, no mínimo, conseguir a neutralidade da maioria dos governadores e prefeitos do partido.