Papa conclama os jovens à Festa de Acolhida

“Será um local para aprofundar essa verdade”, disse o papa, em uma alusão ao tema das drogas abordado no discurso feito no hospital

Rio de Janeiro – Após o discurso no Hospital São Francisco, na Tijuca, zona norte do Rio, o papa Francisco rezou o Pai Nosso, e em seguida, abençoou a placa de inauguração do polo de tratamento de dependentes químicos.

Depois, se dirigiu em italiano aos peregrinos da Itália que estão no Rio para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

No final, conclamou os jovens à Festa de Acolhida, que ocorrerá amanhã (25), a partir das 18h, na Praia de Copacabana. “Será um local para aprofundar essa verdade”, disse o papa, em uma alusão ao tema das drogas abordado no discurso feito no hospital.

Também nesta quinta-feira, Francisco reza às 7h30 missa privada, na Residência Assunção, no Sumaré, onde está hospedado.

Às 9h45, no Palácio da Cidade, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, entrega as chaves da cidade ao pontífice, que dará a bênção às bandeiras olímpicas para os Jogos Rio 2016. Às 11h, o papa visita a comunidade de Varginha, no complexo de Manguinhos, na zona norte da cidade, e, às 12h30, se reúne com os peregrinos de seu país, a Argentina, na Catedral de São Sebastião, na Avenida Chile, centro do Rio.

O papa Francisco, que deixou o hospital na Tijuca às 19h50, já está na residência do Sumaré. Mesmo com o tempo chuvoso e o frio na cidade, o papa fez o percurso com a janela do carro aberta, para acenar às pessoas ao longo do trajeto.