Orla da zona sul do Rio volta a ser tomada por espuma

Técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) colheram amostras, mas até o fim da tarde o resultado das análises não havia sido divulgado

Rio – A orla da zona sul do Rio voltou nesta quinta-feira, 20, a ficar tomada por uma espuma amarelada. A Praia do Arpoador, que concentra surfistas, foi a mais atingida.

Técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) colheram amostras, mas até o fim da tarde o resultado das análises não havia sido divulgado.

O secretário estadual do Ambiente, Índio da Costa, disse suspeitar que a mancha tenha sido causada pela proliferação de algas – em geral, isso ocorre a partir da combinação de forte calor com a presença de esgoto na água.

“Quando a maré está calma, as algas proliferam por conta do excesso de sol e elas se alimentam também dos poluentes. Então, elas crescem e quando o mar fica agitado, elas morrem e aí afloram e geram essa espuma”, disse o secretário.

Até o fim da tarde, o último boletim de balneabilidade disponível no site do Inea, de 17 de fevereiro, apontava condição “própria” para banho no Arpoador, em Copacabana e no trecho de Ipanema em frente à Rua Garcia D’Ávila.

Já a praia do Leblon inteira e os outros trechos de Ipanema eram considerados impróprios para banho.