Oposição na Câmara tem 176 assinaturas para convocar ministro da Educação

O requerimento precisará ser votado pela Câmara. Se aprovado, Veléz deverá comparecer a uma audiência com os deputados no plenário ou pode ser punido

Brasília – O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) anunciou na manhã desta quarta-feira, 6, que a oposição reuniu 176 assinaturas para apresentar um requerimento de convocação do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, para que ele explique declarações supostamente pejorativas contra brasileiros.

Em entrevista à revista Veja, o ministro afirmou que “brasileiro viajando é um canibal”. “Rouba coisas dos hotéis, rouba assentos salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola”, disse.

Para Molon, é inaceitável a postura do ministro. “São declarações inaceitáveis para um ministro da Educação. Alguém que nasceu em outro País e exerce um cargo tão alto no nosso não pode desferir um ataque tão grave à honra dos brasileiros”, afirmou.

O requerimento precisará ser votado pela Câmara. Se for aprovado, o ministro é obrigado a comparecer a uma audiência com os deputados no plenário da Casa. Se ele não for, pode ser punido por crime de responsabilidade.