ONU diz que Lula deve ter todos os direitos políticos mesmo preso

Comitê alega ter concluído que "os fatos indicam a possibilidade de dano irreparável aos direitos do autor da ação"

Brasília – O Comitê de Direitos Humanos da ONU decidiu, nesta sexta-feira, que o Estado brasileiro deve garantir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o exercício de todos os direitos políticos mesmo que na prisão, incluindo o acesso a membros do seu partido e à imprensa, e que não o impeça de concorrer nas eleições de 2018 até que todos os recursos judiciais pendentes sejam analisados.

Em sua decisão, o comitê alega ter concluído que “os fatos indicam a possibilidade de dano irreparável aos direitos do autor da ação”, e por isso a exigência de que seja garantido a Lula o exercício de seus direitos políticos “até que todos os recursos sobre sua condenação tenham sido completados em procedimentos judiciais imparciais e sua condenação seja definitiva”.

Lula está preso em Curitiba desde o início de abril cumprindo pena de 12 anos e 1 mês por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá (SP) no âmbito da operação Lava Jato, e deve ficar inelegível pela Lei da Ficha Limpa. O ex-presidente nega ter cometido qualquer irregularidade.

A decisão do comitê da ONU, assinada por dois especialistas da comissão de direitos humanos da organização, Sarah Cleveland e Olivier de Frouville, destaca que “nenhuma decisão foi tomada pelo comitê sobre a substância do tema considerado”. A decisão pede ainda que, para evitar danos maiores que não poderão ser reparados posteriormente, medidas sejam tomadas pelo governo brasileiro.

“Essa é uma decisão muito bem-vinda que demonstra como os direitos humanos podem auxiliar no processo democrático. Lula foi condenado por um juiz hostil no que foi, na minha visão, uma acusação espúria. Ele tem sido mantido em um confinamento virtualmente solitário para que não pudesse fazer campanha e possivelmente seria desqualificado para concorrer com base nessa condenação antes que pudesse vê-la revogada em uma decisão final”, disse o advogado Geoffrey Robertson, responsável pelas ações de Lula na ONU e em fóruns internacionais.

De acordo com a defesa de Lula, o Brasil incorporou ao ordenamento jurídico pátrio o Protocolo Facultativo que reconhece a jurisdição do Comitê de Direitos Humanos da ONU e a obrigatoriedade de suas decisões.

Leia a íntegra da nota dos advogados de defesa de Lula:

Na data de hoje (17/08/2018) o Comitê de Direitos Humanos da ONU acolheu pedido liminar que formulamos na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 25/07/2018, juntamente com Geoffrey Robertson QC, e determinou ao Estado Brasileiro que “tome todas as medidas necessárias para que para permitir que o autor [Lula] desfrute e exercite seus direitos políticos da prisão como candidato nas eleições presidenciais de 2018, incluindo acesso apropriado à imprensa e a membros de seu partido politico” e, também, para “não impedir que o autor [Lula] concorra nas eleições presidenciais de 2018 até que todos os recursos pendentes de revisão contra sua condenação sejam completados em um procedimento justo e que a condenação seja final” (tradução livre).

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jair Steckert

    Agora a ONU vai opinar sobre as decisões do nosso judiciário?

  2. aldo chiavelli

    onu cuida da sua vida, deixa nos em paz e o mulusco preso…..ENTENDEU?

  3. aldo chiavelli

    onu para de se meter onde não é chamada, e deixa o 9 dedos preso, onde que não deve sair, ENTENDEU?

  4. Roberto Beto

    A ONU só não pode como devw nesse ou em qualquer caso de tal relevância, fatos e analise foram feitas por pessoas tão qualificas e imparciais, coisa que os “julgadores” de lula não são nem um pouco.

  5. Éder Rocha Rodrigues

    Lula, rico que é, pode comprar muitas coisas, INCLUSIVE ESSA NOTA DA ONU…

  6. RICARDO RODRIGUES DA SILVA

    Onde esta a ONU para assegurar estes direitos em Cuba, China, Coréia do Norte, Russia e outros lugares que são exemplo em democracia? A ONU, já se preocupou com causas mais relevantes, Lula tem todos os direitos assegurados, inclusive de cumprir pena criminal como todos da população do país que forem condenados pela justiça, ele é igual a qualquer um.

  7. Adriano Lopes

    Isso prova que estão querendo a qualquer custo impedir que o Lula dispute as eleições, porque eles sabem que a vitória é certa, se a ONU reconheceu que há perseguição política Lula deverá ser solto imediatamente!!..

  8. Adriano Lopes

    Lula livre já!!.

  9. Bruno Tavares

    A mesma ONU desarmamentista, favorável à ideologia de gênero para crianças, e que nada diz contra as ações desumanas dos países socialistas como Coréia do Norte, Cuba, Venezuela, Angola e etc… entendo o porque Donald Trump rompeu laços com a ONU, eles defendem o que há de pior no mundo, bandidos, estupradores e genocidas.