Odebrecht confirma negociação de delações premiadas com MPF

A assessoria de imprensa da empresa informou que os termos ainda estão sendo acertados sob sigilo com representantes do MPF

Porto Alegre – A Odebrecht S/A confirmou hoje (23) que negocia com o Ministério Público Federal (MPF) acordos de leniência e de delação premiada de seus executivos e funcionários investigados na Operação Lava Jato.

A assessoria de imprensa da empresa informou que os termos ainda estão sendo acertados sob sigilo com representantes do MPF e, por isso, não pode dar detalhes sobre a negociação.

Ontem (22), a empresa divulgou um comunicado em que anunciou “uma colaboração definitiva com as investigações da Operação Lava Jato”, mas não explicitava a negociação de acordos de delação premiada.

O texto foi divulgado após a deflagração da Operação Xepa, que teve a empresa como principal alvo e prendeu diretores e executivos da companhia.

Em nota, o MPF disse que não fez acordo com a Odebrecht e alertou que delações premiadas e acordos de leniência serão “restritos às pessoas que vierem antes” com informações inéditas e relevantes para a investigação.