Que nota merecem os vereadores de SP nos últimos 4 anos?

Movimento Voto Consciente faz lista com o desempenho dos 55 vereadores de SP na última legislatura e provoca polêmica na Câmara Municipal. 53 deles tentarão a reeleição

São Paulo – Com polêmica, o Movimento Voto Consciente (MVC) lançou nesta quinta-feira um instrumento para tentar ajudar eleitores na tarefa de avaliar a última legislatura da Câmara Municipal de São Paulo: um ranking dos 55 vereadores da cidade enumerados a partir de três critérios – a qualidade dos projetos apresentados, a assiduidade nas comissões e a presença nas votações em plenário.

Dos 55 vereadores em questão, 53 tentarão mais um mandato nestas eleições.

A lista causou desaconforto no lançamento, nesta quinta-feira. Um dos vereadores presentes, Cláudio Fonseca (PPS), ficou na 31ª colocação, apesar de já ter liderado o ranking anteriormente, quando não havia notas. Ele considerou a lista imperfeita, subjetiva e injusta. “Isso não pode ser método para a população fazer julgamento”, reclamou.

O ressentimento do vereador se refere ao critério com mais peso na nota final, quando os projetos são avaliados pelos próprios voluntários da ONG de acordo com o “impacto para o bem estar da cidade”, nas palavras do presidente do Voto Consciente, Danilo Barboza.

Assim, projetos que trazem alterações para todo o município de São Paulo recebem 10; se o impacto se restringe à alguma região ou bairro, 7. Se apresentam benefícios para apenas um grupo ou associação, 5. Mas a principal reclamação de Fonseca se refere à nota 0 (zero), quando um do projetos é rejeitado na Comissão de Constituição e Justiça ou vetado pelo prefeito, mesmo depois de aprovado na Câmara.

“Qual o problema de ser rejeitado?”, contestou ele, dizendo que o ranking, além de não objetivo, é mal sucedido ao não medir a qualidade nem a participação do vereador em discussões que partem do Executivo e têm grande relevância para a cidade, como a definição do orçamento.

Os organizadores da lista reconheceram que ela é imperfeita e não mede o desempenho do político fora da Câmara, entre outras ações, mas defendem que ela se mantém como instrumento para avaliar os vereadores do legislativo paulistano.


Apesar das restrições, confira abaixo o ranking realizado pela ONG Movimento Voto Consciente, que existe há 25 anos em São Paulo e se identifica como apartidária. Foram analisados um total de 2.557 projetos apresentados do começo de 2009 até o dia 30 de junho deste ano.

    Partido Avaliação de todos os projetos apresentados Presença nas Comissões Presença nas votações nominais em plenário Nota MVC
      Peso 4 Peso 1 Peso 2  
1 José Police Neto PSD 6,13 10,00 9,68 7,70
2 Floriano Pesaro PSDB 5,34 9,75 9,51 7,16
3 Cláudio Prado PDT 4,88 10,00 10,00 7,07
4 Aníbal de Freitas PSDB 5,29 9,40 8,33 6,74
5 Milton Ferreira PSD 4,57 9,78 9,05 6,60
6 Juscelino Gadelha PSB 4,35 9,81 9,21 6,52
7 Ítalo Cardoso PT 4,75 8,94 8,73 6,49
8 Marco Aurélio Cunha PSD 5,14 8,58 7,94 6,43
9 Jamil Murad PC do B 3,90 9,11 10,00 6,39
10 Carlos Neder PT 4,95 9,52 7,62 6,37
11 Antonio Carlos Rodrigues PR 3,82 9,81 9,37 6,26
12 Celso Jatene PTB 4,00 10,00 8,52 6,15
13 Donato PT 4,53 9,83 7,46 6,13
14 Eliseu Gabriel PSB 3,95 10,00 8,25 6,04
15 Roberto Trípoli PV 3,96 9,58 8,41 6,04
16 Natalini PV 4,08 9,89 7,78 5,96
17 Paulo Frange PTB 4,04 9,89 7,78 5,94
18 Abou Anni PV 3,33 9,34 9,37 5,91
19 Quito Formiga PR 3,00 9,89 9,68 5,89
20 Aurélio Miguel PR 3,55 9,59 8,71 5,89
21 Aurélio Nomura PSDB 4,63 9,02 6,67 5,84
22 Dalton Silvano PV 3,00 9,82 9,52 5,84
23 José Américo PT 3,75 9,72 7,94 5,80
24 José Rolim PSDB 3,58 9,19 8,33 5,74
25 Ricardo Teixeira PV 3,28 8,73 9,05 5,70
26 Claudinho de Souza PSDB 2,83 10,00 9,21 5,67
27 Souza Santos PSD 4,06 8,45 7,46 5,66
28 Adilson Amadeu PTB 3,89 9,47 7,14 5,62
29 José Ferreira Zelão PT 3,20 10,00 8,10 5,57
30 Senival Moura PT 4,32 9,00 6,35 5,57

    Partido Avaliação de todos os projetos apresentados Presença nas Comissões Presença nas votações nominais em plenário Nota MVC
31 Cláudio Fonseca PPS 2,60 10,00 9,21 5,54
32 Russomanno PP 2,88 10,00 8,57 5,52
33 Chico Macena PT 2,79 9,67 8,89 5,52
34 Ushitaro Kamia PSD 2,85 8,81 9,05 5,47
35 Noemi Nonato PSB 3,06 7,58 9,21 5,46
36 Tião Farias PSDB 4,83 7,44 5,71 5,46
37 Alfredinho PT 2,84 10,00 8,41 5,46
38 Atílio Francisco PRB 2,55 8,91 9,37 5,41
39 Milton Leite DEM 4,68 7,23 5,56 5,29
40 Marta Costa PSD 3,14 8,56 7,94 5,28
41 Sandra Tadeu DEM 3,89 9,02 6,19 5,28
42 Goulart PSD 2,28 9,33 8,73 5,13
43 Toninho Paiva PR 2,55 9,20 8,25 5,13
44 Francisco Chagas PT 3,62 9,15 6,03 5,10
45 Wadih Mutran PP 2,22 9,18 8,73 5,08
46 Gilson Barreto PSDB 2,61 9,00 7,94 5,04
47 Netinho de Paula PC do B 2,76 7,97 8,10 5,03
48 Juliana Cardoso PT 2,39 8,53 7,94 4,85
49 David Soares PSD 2,69 8,97 6,90 4,79
50 Carlos Apolinário PMDB 2,39 8,37 7,62 4,74
51 Agnaldo Timóteo PR 2,66 7,98 6,98 4,65
52 Arselino Tatto PT 2,88 9,58 5,71 4,65
53 Edir Sales PSD 1,36 8,33 9,05 4,55
54 Adolfo Quintas PSDB 2,38 7,75 6,35 4,28
55 Domingos Dissei PSD 1,85 9,16 6,19 4,14
56 MÉDIA   3,54 9,20 8,14 5,66