Número de mortes nas estradas paulistas cai 47,5%

Entre a sexta-feira e a Quarta-Feira de Cinzas, 21 pessoas morreram contra 40 do mesmo período de 2014

Sorocaba – Motoristas que deixaram para retornar do carnaval para a Grande São Paulo ontem enfrentaram chuva, lentidão, acidentes e até uma rodovia interditada.

As estradas, porém, registraram queda de 47,5% no número de mortes neste ano, segundo a Polícia Rodoviária Estadual.

Foram contabilizadas 21 mortes, entre a sexta-feira e a Quarta-Feira de Cinzas, contra 40 do mesmo período de 2014. O número de feridos caiu 11,8%, de 550 para 485.

Um acidente envolvendo duas carretas, uma caminhonete e um ônibus deixou uma pessoa gravemente ferida e interditou a Rodovia Régis Bittencourt.

A estrada, que liga São Paulo a Curitiba e praias do litoral sul, ficou bloqueada nos dois sentidos das 6h40 às 11 horas, no km 361, em Miracatu. A fila chegou a 30 km nos dois sentidos, no pior momento.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o trecho tem pista simples e uma caminhonete bateu de frente numa carreta, provavelmente ao tentar fazer uma ultrapassagem.

Outra carreta parou na pista para evitar a colisão com os veículos acidentados e foi atingida por um ônibus. A vítima, motorista do ônibus, foi levada em estado grave para o Hospital Geral de Itapecerica da Serra.

Outras estradas tiveram lentidão, principalmente por causa da chuva e do excesso de veículos.

Na Fernão Dias, o congestionamento se estendeu por 12 km, entre Atibaia e Mairiporã.

À tarde, a Imigrantes registrou 12 km de lentidão no sentido capital. Houve excesso de veículos e carros quebrados.

O Sistema Anhanguera-Bandeirantes teve trânsito lento, sob chuva. A Bandeirantes, no fim da tarde, registrou fila do km 62 ao 58. A Dutra teve lentidão na chegada a São Paulo durante a manhã e parte da tarde. Na Ayrton Senna, os trechos com trânsito lento foram do km 32 ao km 11, perto de São Paulo.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o total de acidentes caiu de 965 para 892 do carnaval passado para este – queda de 7,5%.

No total, a polícia aplicou 20.271 multas por infração de trânsito, um aumento de 18,7% em relação ao ano anterior.

Em todo o período, mais de 7 mil motoristas foram submetidos ao bafômetro.

Do total, 1.111 multas foram por embriaguez ao volante – alta de 24,1%.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.