Ministério com 20 homens e 2 mulheres é “equilibrado”, diz Bolsonaro

Damares Alves e Tereza Cristina são as únicas mulheres que compõe o novo governo e segundo o presidente, elas valem por dez homens

São Paulo — Ao discursar em um evento sobre o Dia das Mulheres nesta sexta-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “pela primeira vez na vida, o número de ministros e ministras está equilibrado”.

No governo de Bolsonaro, dos 22 ministérios, 20 são representados por homens e apenas dois por mulheres — Mulher, Família e Direitos Humanos fica a cargo de Damares Alves enquanto Tereza Cristina é ministra da Agricultura.

Sob risos da plateia, o presidente explicou porque acredita que o número está equilibrado: “cada uma dessas mulheres equivale a dez homens”.

Dirigindo-se às mulheres, Bolsonaro disse: “A garra dessas duas transmite energia aos demais. Assim sendo, para o bem do nosso Brasil, vocês contem com aliados, com alguém que de fato respeita vocês e quer que vocês tenham paz e tranquilidade. Do que depender de nós, vamos continuar lutando para que cada vez mais vocês façam parte de nossas vidas. O futuro do Brasil, em grande parte, passa pela decisão de vocês. Muito obrigada, mulheres do Brasil, sou apaixonado por todas vocês”, continuou.

Também durante o discurso, Bolsonaro citou a passagem bíblica que diz que a mulher nasceu da costela do homem e que a “mulher sábia edifica o lar”.

Continuando, o presidente afirmou que “nenhum homem faz política de forma séria se não tiver uma mulher com os mesmos princípios” e que “graças a Deus tem uma família consistente”.